Perfil RPG: GURPS Quarta Edição

Muitos clientes da Spellbox têm uma dúvida constante, quando se trata de RPG (role-playing games); Qual sistema devo escolher para começar a jogar? A dúvida aparece porque hoje as opções de diferentes jogos e sistemas são muitas, e para um iniciante essa variação pode parecer confusa. Além das diferentes marcas e editoras, há diferenças em gêneros (Fantasia, Moderno, Terror, etc.), há diferença em premissas de regras, diferenças de estilo de narrativas e até em formatos de publicação.

Com essa enorme variação de possibilidades, Spellbox buscará oferecer em seu blog uma série de Perfis de RPG para ajudar os jogadores a escolher seu jogo inicial. Claro, a decisão final será sua; mas é sempre mais fácil se você puder conhecer um pouco mais sobre o que há de mais interessante no mercado.

Apresentamos GURPS – O Sistema que a todos quis conquistar

Desenvolvido em 1986 pelo aclamado autor e designer Steve Jackson, à época, o GURPS, cujo nome é um acrônimo que em inglês significa Sistema Universal e Genérico de Jogo de Representação (Generic Universal RolePlaying System) , teve um objetivo ousado; ser um RPG Universal e genérico. Com o GURPS em mãos, os jogadores podem vivenciar qualquer tipo de jogo, em qualquer tipo de gênero, e é isso que o faz uma ótima opção para um jogo iniciante.

Após mais de 30 anos, o GURPS já está em sua quarta edição. Importante notar em uma edição em RPG basicamente sinaliza atualização de regras, as edições em si dos livros, no sentido clássico editorial do GURPS se conta nas dezenas. Felizmente, essa edição existe também em português, em uma tradução feita pela Devir, e disponível na Spellbox.

Níveis não, pontos – a mecânica universal criada por Steve Jackson

Ao contrário do que ocorre em outros clássicos do RPG, no GURPS você constrói seus personagens basicamente gastando pontos de personagens. Esses pontos permitem que você altere seus atributos principais, que são Força, Destreza, Inteligência e Vitalidade. Além de permitir que você compre vantagens e habilidades. Os pontos também são o prêmio ao se aventurar, o que faz com que o processo de evolução do personagem seja bem mais objetivo do que os sistemas que usam a evolução por níveis.

Há uma crítica: a de que a experiência de jogo é alterada de forma não trivial pela mecânica de pontos, em oposição à mecânica de níveis. Até porque nesse paradigma (pontos), as personagens não têm a especialização de classes que muita gente está acostumada em jogos como Dungeons & Dragons. No GURPS, o recorte entre o que é um Mago, um guerreiro e um ladrão é menos óbvio. A grande vantagem, é que isso permite a criação de personagens muito mais customizáveis. Em um cenário de fantasia, você pode criar um ladrão que faz feitiços. Pode fazer um Feiticeiro que consegue usar um machado, e assim por diante. Os papéis se misturam mais.

Além dessa flexibilidade de construção de personagens, e da objetividade no avanço do poder de cada jogador, conforme o jogo progride; no GRUPS você também pode misturar facilmente os gêneros. Como todas os livros que descrevem ambientações, gêneros e mundos estão todos no mesmo sistema. E também os monstros, os itens, enfim, tudo é compatível. É possível fazer todo o tipo de mistura de gêneros e ambientações imaginável, aliás; não há nenhum outro jogo que permite essa amplitude.

Mundos Infinitos, Ambientações de A a Z

Um dos elementos mais fascinantes do GURPS é a enormidade de livros lançados descrevendo diferentes ambientações. Há várias diferentes ambientações de fantasia, de terror; há inúmeras ambientações históricas; como nórdicos ou romanos. Há vários mundos de ficção científica e Cyperpunk. Há cenários de humor, há muitos livros de expansão de regras e poderes. Há mundos de super-heróis, cenários de conspiração e pós-apocalípticos, etc etc…

É realmente impressionante, o GURPS tem contido dentro de seus sistemas, quase que a amplitude de gêneros existente no próprio RPG. Nenhuma outra marca ou sistema sequer chega perto disso, e esse é um de seus pontos mais fortes: Você aprende um sistema, e tem a base pra jogar qualquer coisa, em qualquer ambientação, onde provavelmente haverá um livro pra aquilo.

Claro, em português não temos nem 1%¨dessa riqueza de detalhes, mas temos o mais importante, Os livros básicos. Como dito, esses estão na mais recente versão do jogo, a quarta edição, com regras atualizadas.

Começando com Gurps, opções em português

Temos hoje disponíveis no Brasil dois livros básicos que compõem o conjunto inicial de regras e ambientação para o sistema. São esses o Gurps Módulo Básico – Personagens e o Gurps Módulo Básico – Guia de Campanha, livro com impressão de capa brilhante com 240 páginas.

No GURPS Módulo Básico – Personagens, temos a primeira parte das regras do sistema, basicamente focadas na criação de personagens, é um livro para jogadores (Mestres, claro, precisam conhecer essas regras) que delineia o conjunto de regras de forma clara e objetiva. Segundo os autores, esse é o produto de 16 anos de opiniões dos jogadores da Terceira Edição e apresenta a introdução ao GURPS de maneira mais rápida e fácil. Esse é o primeiro livro que você precisa.

O segundo livro, o GURPS Módulo Básico – Guia de Campanha é dirigido a Mestres e jogadores avançados. O livro contém informações sobre talentos, combate, veículos e tecnologia, animais e monstros, criação de mundos e técnicas de narrativa. Também aborda criação de novos monstros e criaturas, novos artefatos e habilidades de personagens. Traz informação que auxiliam na criação mundos e ambientações.

O Guia de Campanha também apresenta um cenário de multiverso, chamado de Mundos Infinitos, que pode ser usado para criar campanhas de temas mistos, desenvolver histórias de realidade alternativa, misturando personagens modernos em mundos de fantasia ou qualquer outra combinação que os jogadores quiserem fazer!

Nesta edição, todas as regras foram cuidadosamente organizadas, indexadas e possuem referência cruzada; facilitando muito a consulta. Há gráficos e tabelas claros e legíveis.

Começo rápido, possibilidades ilimitados

Ambos os livros, mas em especial o GURPS Módulo Básico – Personagens, que já é suficiente para aventuras introdutórias, vão te dar a base necessária pra começar a jogar RPG, mesmo que você seja um iniciante. E digo isso com conhecimento de causa, porque foi assim que eu comecei, há mais de 26 anos, com a primeira edição do livro no Brasil.

A grande vantagem do GURPS é que seu sistema universal e genérico apresenta não apenas uma ótima experiência para iniciantes, pela objetividade e clareza, mas mostra o quão profundo e diverso pode ser o Roleplaying Game. Talvez o GURPS não ofereça as ambientações de fantasia ricas e complexas do Dungeons & Dragons, ou as fascinantes possibilidades de representação de um Vampiro a Máscara, mas isso é mais que compensado pela quantidade ilimitada de possibilidades de jogos.

Queremos saber a sua opinião

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.