Jogo Coup: saiba tudo sobre a segunda edição do card game

Ambientado em uma cidade-estado italiana, a segunda edição do jogo Coup é diversão garantida para quem deseja aproveitar um card game político, dinâmico e repleto de blefes e muita manipulação.

Se você está em busca de um jogo rápido e imprevisível para curtir com os amigos, acompanhe o post a seguir. Elaboramos um conteúdo especial para você conhecer mais detalhes sobre Coup agora. Confira!

Conheça a trama

Lançado no Brasil pela editora Mandala, o jogo Coup (“golpe” em francês) baseia-se em uma dinâmica de influência política, na qual famílias tradicionais italianas disputam o poder em uma cidade-estado administrada por uma corte corrupta.

No card game, os participantes assumem o papel de representantes dessas famílias e, durante os turnos, influenciam diversos personagens — como condessas, capitães, embaixadores e até assassinos — com o intuito de ganhar poder.

jogo coup 4

A criação de Coup é de Rikki Tahta e a arte, que chama a atenção pela beleza e a delicadeza dos traços dos desenhos, é de Weberson Santiago.

Entenda o objetivo do jogo Coup

Quer se dar bem em Coup? Então, prepare-se para jogar bem sujo. Você vai mentir, manipular seus “amigos”, extorquir jogadores e até assassinar pessoas, se for necessário. Nesse clima de vale tudo, no qual a ilusão é sua principal arma, ganha quem conseguir influenciar todos os demais.

As partidas do jogo, direcionado para dois a dez participantes, duram cerca de 15 minutos. A classificação etária é de 14 anos. Além disso, Coup assemelha-se bastante ao Bang! e o The Resistance.

Confira quais são as mecânicas:

  • blefe;
  • memória;
  • variáveis;
  • poderes;
  • eliminação de jogadores.

Veja a nossa opinião sobre o card game

Se você curte party game, precisa investir no Coup. Como dissemos, ele é dinâmico e as partidas são pá-pum mesmo. Outra coisa bacana é que ele é portátil e bem leve — é possível levá-lo tranquilamente em qualquer lugar.

Ah, e se alguém enjoar durante os turnos, é possível apostar na expansão, intitulada “A Reforma”. Com ela, rola uma pegada mais religiosa — você pode escolher o catolicismo ou protestantismo e aliar-se àqueles que partilham das suas crenças no card game.

jogo coup

É importante salientar que não há muita estratégia por trás do jogo Coup. O blefe é a alma das partidas. Mas, ele não deixa de ser muito legal, afinal, propõe bastante interação social e vai conseguir divertir a galera por um longo tempo.

E aí, curtiu este post? Então, não deixe de nos seguir no Facebook para acompanhar mais novidades sobre board games, TCG, RPG e outros jogos incríveis. Até mais!

Queremos saber a sua opinião